Proteja sua ereção com estas dicas

A disfunção erétil se torna mais comum à medida que os homens envelhecem. Muitas vezes, a disfunção erétil é um marcador de problemas de saúde cardiovascular. Mas não precisa ser uma parte normal do envelhecimento. Os homens decidem como seu pênis funcionará adequadamente pelas escolhas de estilo de vida que fazem no início da vida. Para muitos homens, eles sabem que seu estilo de vida pode estar prejudicando sua saúde, mas isso não é uma realidade até que comece a afetar sua vida sexual. Seguindo essas 7 dicas simples, os homens poderiam proteger seu pênis e afastar a disfunção erétil.

Pule a carne vermelha e coma seus vegetais

Esticar a faixa da cintura também pode colocar seu pênis em risco. Homens com uma circunferência de cintura de 39 polegadas ou mais têm duas vezes mais chances de ter disfunção erétil do que aqueles com cinturas abaixo de 35 polegadas. Dietas que incluem carne vermelha e muito poucas frutas e legumes, juntamente com muitos alimentos gordurosos, fritos e processados, podem contribuir para a diminuição da circulação sanguínea em todo o corpo. O fluxo sanguíneo é absolutamente necessário para que o pênis fique ereto.

Uma circunferência alta da cintura indica níveis mais altos de gordura visceral prejudicial e a gordura visceral está ligada à menor testosterona e mais inflamação, fatores que podem prejudicar sua vida sexual.

Livre-se do hábito

Todo mundo sabe que fumar faz mal à saúde. Mas você sabia que fumar está diretamente relacionado à disfunção erétil? Fumar danifica as células no revestimento interno dos vasos sanguíneos. Essas células iniciam a
cascata química que possibilita uma ereção. Homens que fumam têm 51% mais chances de sofrer de disfunção erétil do que homens que não. Em apenas um ano após parar de fumar, 25% dos ex-fumantes relatam que experimentam melhora em suas ereções.

Beba com moderação

Beber pesado crônico pode causar danos no fígado, danos nos nervos e outras condições que interferem no equilíbrio normal dos hormônios sexuais masculinos e podem levar à disfunção erétil.

Medicamentos

Você sabia que alguns medicamentos vendidos sem receita e até medicamentos sujeitos a receita médica podem causar problemas com sua ereção? Estes incluem antidepressivos, medicamentos para pressão arterial, analgésicos narcóticos, remédios para resfriado e anti-histamínicos. Pergunte ao seu médico se algum dos seus medicamentos pode estar contribuindo para a sua disfunção sexual.

Exercite regularmente

Fortes evidências provaram que um estilo de vida sedentário está ligado à disfunção erétil. Demonstrou-se que exercícios como corrida, natação e outras formas de condicionamento aeróbico evitam a disfunção erétil. No entanto, algumas formas de exercício devem ser evitadas, incluindo pressão excessiva no períneo, que é a área entre o escroto e o ânus. Os vasos sanguíneos e os nervos que suprem o pênis podem ser afetados adversamente pela pressão excessiva nessa área. Andar de bicicleta é um exemplo de exercício que deve ser evitado em homens com histórico de disfunção erétil.

De-stress

Certifique-se de manter seus níveis de estresse sob controle. Homens com empregos exigentes ou vidas domésticas ocupadas têm dificuldade em se acalmar, o que significa que sua ansiedade está em alta velocidade durante a maior parte do dia – impedindo-os de atingir a aceleração máxima no quarto.

Sono de qualidade

Os homens devem dormir pelo menos 6 horas por noite, embora 7 ou 8 sejam ideais. Homens que dormem 5 horas ou menos têm baixos níveis de testosterona. O sono de qualidade é especialmente importante em homens mais jovens, onde a testosterona desempenha um papel muito importante em seu estilo de vida.

Por fim, homens que tentaram uma variedade de mudanças no estilo de vida e tratamentos para disfunção erétil sem sucesso ou que têm disfunção erétil grave podem ser candidatos à cirurgia do pênis. Existem muitas opções diferentes que podem ser avaliadas. Por favor, fale com seu médico para obter mais informações sobre suas opções.

Fonte: https://tratamentosparaimpotencia.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *